INÍCIO BAÚ RETRÔ INFÂNCIA BRASIL BRINQUEDOS SESSÃO REVISTINHA CONTATO     
Sessão Revistinha

Antes do advento do vídeo cassete, DVD ou TV por assinatura, os gibis (revistas em quadrinho) eram a forma que as crianças tinham de levar seus personagens favoritos para casa e se divertir com suas aventuras.

 

Desenhos animados, séries e até apresentadores de TV já ganharam uma versão em quadrinhos, como é o caso da Xuxa, Os Trapalhões, Gugu e até o desbocado do Faustão. Na década de 80 ser transformado em quadrinhos era sinônimo de prestigio.

Como tudo que é bom volta, o Sessão Retrô relembra personagens e apresentadores brasileiros que invadiram os gibis e fizeram a cabeça da garotada nas décadas de 80 e 90.

 

Didi, Dedé, Mussum e Zacarias apesar de na época fazerem parte do elenco da TV Globo, tiveram sua estréia nos quadrinhos promovida pela Bloch Editora, pertencente a Adolfo Bloch dono da extinta TV Manchete.

Nas primeiras edições produzidas pela Bloch Editora Didí, Dedé, Mussum e Zacarias eram retratados como adultos, mais tarde quando a Editora Abril adquiriu os direitos autorais, transformou os Trapalhões em crianças deixando a publicação mais próxima do universo infantil.

 

Campeã de vendagem de discos e licenciamentos no país, a apresentadora Xuxa Meneghel também foi parar nos quadrinhos, sempre acompanhada de suas turma (paquitas, praga, dengue), a rainha dos baixinhos estava sempre alerta para defender as crianças ao menos sinal de perigo, a publicação ficou a cargo da recém lançada Editora Globo.

 

Augusto Liberato mais conhecido por Gugu, apresentou um dos programas de maior sucesso do SBT, o Viva a Noite, aproveitando a popularidade do apresentador, a Editora Abril levou o pupilo de Silvio Santos para os quadrinhos.

Em sua versão Gibi, Gugu estava sempre acompanhado da sua assistente de palco Marrieth, e apesar de na vida real não ter um tipo atlético, ficou com pinta de galã em sua revistinha. Além de suas aventuras, a revista do Gugu sempre trazia pôsteres de artistas que estavam fazendo sucesso na época.

 

Angélica também entrou no mundo dos gibis através da Editora Bloch, as primeiras histórias foram desenhadas por Ely Barbosa, criador da Turma da Fofura e da TV Tuttyfrutti.

 

 Publicada pela Editora Abril, Sergio Mallandro ganhou sua revistinha ainda na época que apresentava o Oradukapeta no SBT, quando o apresentador foi contratado pela Rede Globo, a Editora de Roberto Marinho passou produzir e distribuir o gibi do Mallandro.

 

       Fausto Silva ficou bastante popular entre as crianças por ter um jeito escrachado e brincalhão, por isso a Editora Abril resolveu investir e lançar os Quadrinhos do Faustão.

 

  Até a dupla sertaneja Leandro & Leonardo teve sua própria revistinha em quadrinhos.

 

 O personagem criando por Orival Perssine apareceu na TV pela primeira vez no Balão Mágico (Rede Globo), depois alçou vôo e ganhou sua própria atração nas tardes da TV Bandeirantes, o sucesso do Fofão acabou levando o extraterrestre atrapalhado para as revistas em quadrinhos.

 

  A cachorrada da TV Colosso acabou conquistando as crianças de todo Brasil, com o sucesso imediato na televisão essa turma ganhou uma versão para os quadrinhos.

 

 A Turma do Arrepio fez um caminho inverso, com uma carreira já consolidada no mundo dos quadrinhos acabou ganhando um programa na extinta TV Manchete com personagens de carne e osso.

 

(Pesquisa e Texto: Peu Gordyano)

Gosta de quadrinhos? Tem alguma sugestão? Escreva para o Sessão Retrô?

© Sessão Retrô direitos reservados.